Rua da Lapa, nº 1 | 4490-520 Póvoa de Varzim
CURSO DE INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA
Destinatários: pessoas que procurem na fotografia uma forma de expressão ou que queiram aprender a manusear a sua máquina.
CURSO DE INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA
C

Com este curso pretende-se que os formandos tomem consciência das potencialidades da sua máquina e conheçam a fotografia enquanto forma de expressão artística. O Curso será constituído por aulas teóricas e práticas, havendo ainda lugar à realização de uma exposição. Pretendemos traduzir a paixão pela fotografia na expressão e na comunicação de sentimentos e mensagens, usando a técnica e a composição como auxiliares. Este curso é vocacionado para quem vê a fotografia como um momento de prazer, de partilha da beleza e de procura em fazer melhor através da imagem fotográfica.

Da matéria a lecionar destaca-se a máquina e os seus comandos genéricos, a medição de luz e os efeitos decorrentes da profundidade de campo, congelamento/arrastamento, panorâmicas, escolha de sensibilidades e ISO adequados a cada situação. Pretende-se que todos se sintam à vontade a trabalhar com a sua máquina em quaisquer situações, seja de dia ou de noite, com luz natural ou flash.

São alicerce deste curso a criatividade e a motivação, entendidas como elementos chave no processo de aprendizagem. Não somos partidários de “dicas” e “receitas”, já que não há duas situações iguais na prática da fotografia. Defendemos antes a compreensão dos processos e, através desta, a resolução das situações que se enfrentam diariamente em fotografia.

Nesta ação de formação os formandos têm uma profunda abordagem à componente estética da fotografia, o que nem sempre é comum. Não se falará só de fotografia, mas os alunos serão motivados a relacionarem a fotografia enquanto imagem com outras formas de expressão artística, visando uma mais completa educação do olhar, sendo por isso abordadas questões relacionadas com a história de arte, pintura e composição na fotografia, esta vista quer na sua componente mais clássica, pela abordagem de algumas regras, quer mais contemporânea, pela quebra dessas mesmas regras e pela análise e debate dos trabalhos de alguns profissionais. Os alunos terão de realizar as suas próprias imagens e no final verão discutidos os seus trabalhos globalmente de modo a consolidar os conteúdos abordados e será feita uma exposição.

Destinatários: pessoas que procurem na fotografia uma forma de expressão ou que queiram aprender a manusear a sua máquina.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

BLOCO 1 (TÉCNICA – A MÁQUINA FOTOGRÁFICA)

1 – Conhecer a Máquina – Localização de comandos e funções, programas, menus e sua interpretação.

2 – Telemóveis vs Máquinas fotográficas – Máquinas reflex, não reflex. Outros tipos de máquinas e objetivas.

3 – Controle da Luz – aberturas. A importância do controle consciente da luz. Escalas de diafragmas, profundidade de campo e sua aplicabilidade prática.

4 – Controle da luz – velocidades. A escala de velocidades e efeitos criados com a velocidade de obturação. A velocidade de obturação relacionada com a velocidade do objeto e o efeito de panorâmica.

5 – Noções de medição de luz e do uso do fotómetro. Sensores e histograma de uma imagem. Escolha de WB e ISO.

6 – Ficheiros gerados e noções básicas do trabalho digital. A transferência de imagens para o computador e arquivo. Fatores de qualidade numa imagem digital.

BLOCO 2 (ESTÉTICA)

1 – Composição Clássica. Regras da Composição Clássica na Arte, nomeadamente na pintura, desenho e fotografia. As relações com outras formas de expressão artística.

Enquadramento, luz, momento certo, ponto de vista, pontos dominantes, sentido de leitura, regra dos terços, pontos de quebra. Elementos prejudiciais na composição, as noções de espaço, calma, dinamismo e equilíbrio/desequilíbrio

2 – Como analisar uma imagem. Como olhar para uma exposição.

3 – Tema, conceito e escala.

4 – Análise e debate de trabalhos realizados pelos formandos.

Certificado: é atribuído aos formandos um certificado de frequência.

Material necessário: máquina fotográfica digital (compacta, SLR, Mirrorless,…); bloco de notas, lápis, caneta e imaginação!

Material opcional: tripé

Formador: o curso será orientado pelo fotógrafo Armando Dias Bento

Horário: regime presencial, de segunda a sexta, das 21h30 às 23h00 (total 25 HORAS), nas instalações da Cooperativa A Filantrópica, com início previsto para 17 de maio.

Inscrições e mais informações: 936 713 580 (de segunda a sexta-feira, entre as 15:00 e as 19:00 horas) afilantropica@gmail.com